A Realidade das Mulheres Rurais na Luta pela Reforma Agrária: Ação x Anonimato
PDF

Palavras-chave

participação. assentamento. trabalho doméstico. produção. família.

Como Citar

Fernandes, I. L. C. (2009). A Realidade das Mulheres Rurais na Luta pela Reforma Agrária: Ação x Anonimato. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9722

Resumo

Este trabalho trata da temática mulher e reforma agrária, e tem como objetivo compreender o tipo de participação que as mulheres rurais têm apresentado nas lutas pela conquista da terra e melhores condições de vida. O estudo foi realizado no Curso de Especialização em Agricultura Familiar Camponesa e Educação do Campo sobre a metodologia da pesquisa-ação. O trabalho apresenta referenciais teóricos e dados referentes a pesquisa realizada em um assentamento rural do Ceará. Percebemos que a participação da mulher é presente e tem importante significado nos acontecimentos que representam a luta pela conquista da terra, bem como sua presença nas etapas de constituição e organização do assentamento. A questão é que as agricultoras apresentam uma profunda insatisfação em relação ao reconhecimento de suas ações, tanto por parte das instituições governamentais, como da sociedade de modo geral, e principalmente daqueles que estão mais próximos, como maridos, filhos e familiares em geral.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.