Produção de Feijão Adzuki sob Diferentes Doses de Pó de Basalto
PDF

Palavras-chave

Vigna angularis
pó de rocha
plantio direto.

Como Citar

Kosera Neto, C., Spadotto, D., Schlucubier, L., Cambrussi Bortolini, P., da Cunha Marques, A., & Duda deOliveira, C. (2009). Produção de Feijão Adzuki sob Diferentes Doses de Pó de Basalto. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9681

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes doses e métodos de aplicação de pó de basalto sobre a produtividade do feijão Adzuki. O trabalho foi conduzido em Porto União-SC. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, totalizando 11 tratamentos, com 3 repetições, seguindo esquema fatorial 2 x 4 + 3, sob sistema de plantio direto, em palhada de aveia e azevém. Utilizou-se como cultura de verão o feijão cultivar Adzuki. Avaliaram-se a altura das plantas, número médio de vagens e de grãos/planta, produtividade e massa de 1000 grãos a 13% de umidade. Não foram detectadas interações significativas entre os fatores doses e tipos de aplicação. As referências com o uso do pó de rochas deixam claro que sua eficiência está diretamente relacionada à vida biológica do solo. Esta condição deve ser a principal razão de não se ter encontrado respostas significativas para o uso do pó de basalto nas condições de solo deste experimento.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.