Produção de mudas de tomate variedade Olympo com uso de substratos alternativos
PDF

Palavras-chave

composto orgânico
pó de rocha
resíduos agroindustriais

Como Citar

GOIS, J. F. D., Pereira, D. C., Ribeiro, M., Moreira, S., Costa, L. A. de M., & Costa, M. S. S. de M. (2009). Produção de mudas de tomate variedade Olympo com uso de substratos alternativos. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9678

Resumo

Nas práticas agroecológicas, um dos principais itens a ser seguido está relacionado à utilização dos resíduos orgânicos dentro da propriedade, visando maior sustentabilidade do sistema . Assim, a partir deste experimento procurou-se demonstrar o desenvolvimento de mudas de tomate, variedade Olympo, utilizando o substrato comercial, composto orgânico, composto orgânico + 10% de pó de rocha, composto orgânico + 20% de pó de rocha e composto orgânico + 30% de pó de rocha. Durante o desenvolvimento do experimento, analisou-se comprimento de raiz, comprimento da parte aérea, massa seca de raiz e parte aérea. Notou-se, ao final do experimento que os melhores resultados foram obtidos com o uso de composto orgânico + 20% de pó de rocha e que o substrato comercial apresentou os resultados menos satisfatórios.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.