Experiencia de Trabalho do Grupo de Agroecologia do Sudoeste- GAS, formado por 20 técnicos do Instituto EMATER, sediados em 20 munípios da Região de Francisco
PDF

Palavras-chave

Grupo de Agroecologia do Sudoeste
Técnicos facilitadores do EMATER
metodologias participativas

Como Citar

Klein, J., Marx, E., Borchaid, M., & Gobatto, G. (2009). Experiencia de Trabalho do Grupo de Agroecologia do Sudoeste- GAS, formado por 20 técnicos do Instituto EMATER, sediados em 20 munípios da Região de Francisco. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9673

Resumo

O Grupo de Agroecologia do Sudoeste do Paraná – GAS foi articulado no mês de Abril de 2008 como meio de difundir a Agroecologia e congregar técnicos do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural, que tem trabalhos efetivos juntos a agricultores e Grupos de Agricultores nos Municípios do Sudoeste do Paraná. Uma das primeiras ações deste grupo foi organizar um Seminário Regional de Agroecologia, para todos os funcionários e técnicos do EMATER nas regiões administrativas de Pato Branco e Francisco Beltrão. Participaram deste Seminário no dia 01 de Abril de 2008, 87 pessoas. O GAS reúne seus membros a cada 60 dias e nestes encontros planeja ações regionais e municipais onde os técnicos estão lotados. Nas ações preconizam-se as diretrizes e princípios da Agroecologia como Ciência, utilizando metodologias participativas e envolvimento das organizações da agricultura familiar. Neste período de trabalho os técnicos passaram a ser facilitadores de processos produtivos com o foco na sustentabilidade ambiental, social e econômica. Foram articulados em parceria com as organizações dos agricultores familiares, 10 capacitações que reúnem em média 25 agricultores e suas famílias. Excursões, visitas a campo, troca de experiências em reuniões nas unidades produtivas de agricultores com sistemas produtivos voltados aos princípios Agroecológicos, são preconizadas nas práticas e ações extensionistas. Cada técnico acompanha de maneiras mais efetiva duas propriedades em cada município, sendo que no Sudoeste estão sendo acompanhadas efetivamente 40 propriedade rurais de agricultores familiares que estão em processo de conversão para a Agroecologia ou já dominam os princípios agroecológicos e com isso passam a ser referências para os agricultores do entorno.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.