Reprodução socioeconômica e cultural através do manejo de Sistemas Agroflorestais por caboclos-ribeirinhos em comunidades do Amazonas
PDF

Palavras-chave

Agricultura familiar
várzea
terra firme
agroecossistemas amazônicos

Como Citar

Aguiar, J., Fraxe, T. de J. P., Castro, A. P. de, & Silva, S. C. P. da. (2009). Reprodução socioeconômica e cultural através do manejo de Sistemas Agroflorestais por caboclos-ribeirinhos em comunidades do Amazonas. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9637

Resumo

A manutenção de Sistemas Agroflorestais tradicionais no Amazonas tem permitido a reprodução dos saberes e habilidades necessárias para uso e manejo da diversidade dos recursos naturais da região, além de assegurar e estabelecer os contornos das formas locais de produção e consumo dos bens necessários à reprodução socioeconômica e cultural das populações locais. Diante disso, este trabalho caracterizou os sistemas agroflorestais de nove comunidades ribeirinhas, destacando o conhecimento tradicional associado às práticas de cultivo, ao uso e manejo dos recursos dos ecossistemas de várzeas e terra-firme. Optou-se pelo método Estudo de Caso. Os dados foram coletados através de formulários, entrevistas, e observação participante. A atividade agrícola e o extrativismo vegetal e animal proporcionam produtos para subsistência e comercialização, desta forma estas atividades destacam-se como as responsáveis pelo desenvolvimento socioeconômico e cultural das comunidades estudadas.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.