Indução do Florescimento de Hemerocallis hybrida cv. Graziela Barroso Pela Aplicação de Urina de Vaca no outono e Inverno de 2005, em Joinville, Santa Catarina
PDF

Palavras-chave

hemerocale
produção orgânica de plantas ornamentais

Como Citar

Oliveira, M. C., Althaus-Ottmann, M. M., Zuffellato-Ribas, K. C., Koehler, H. S., & Borsato, R. S. (2009). Indução do Florescimento de Hemerocallis hybrida cv. Graziela Barroso Pela Aplicação de Urina de Vaca no outono e Inverno de 2005, em Joinville, Santa Catarina. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9595

Resumo

Em Santa Catarina destaca-se a produção de Hemerocallis, plantas herbáceas, perenes, muito utilizadas no paisagismo, que florescem somente na primavera e verão. Entretanto, para que a produção de flores e plantas ornamentais continue a se desenvolver no Sul do País, surge a necessidade de se desenvolver novas tecnologias que sejam de fácil assimilação e utilização pelos pequenos produtores, e que, ao mesmo tempo, não agridam o ambiente e a saúde destes. O objetivo do presente trabalho foi estudar a indução do florescimento em Hemerocallis hybrida cultivar Graziela Barroso pela aplicação de concentrações de urina de vaca (0, 4 e 8 %) em duas estações: outono e inverno do ano de 2005. Foi utilizado um delineamento experimental inteiramente casualizado com fatorial 3X10 (Fator A, concentrações de urina e fator B número de aplicações de urina). Não foi possível induzir a emissão de hastes florais com aplicações de urina de vaca em Hemerocallis hybrida cv. Graziela Barroso.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.