Influência de Substratos na Emergência de Coquinho Azedo (Butia capitata)
PDF

Palavras-chave

propagação
substrato
semente.

Como Citar

Araújo, V. D. de, Magalhães, H. M., Silva, H. F. de J., Silva, J. R., & Lopes, P. S. N. (2009). Influência de Substratos na Emergência de Coquinho Azedo (Butia capitata). Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9541

Resumo

Várias espécies nativas do semi-árido possuem grande potencial de comercialização, dentre elas destaca-se o coquinho-azedo (Butia capitata). Cultivos comerciais desta espécie são limitados pela dificuldade da obtenção de mudas, em função da falta de pesquisas sobre sua propagação. Este trabalho visa avaliar o melhor substrato para a geminação das sementes e o Índice de Velocidade de Emergência (IVE). O experimento foi montado em delineamento inteiramente casualizado em um esquema fatorial 3x5, sendo 3 tipos de sementes (com endocarpo, sem endocarpo e escarificada) e 5 tipos de substrato (solo de ocorrência natural, areia, substrato padrão constituído de 3 partes de solo e 1 de esterco curtido 3:1 (v/v), substrato comercial (Plantmax®) e solo de chapada). Utilizou-se 3 repetições sendo cada parcela composta por 20 sementes. Os substratos solo de chapada e ocorrência natural apresentaram melhores resultados quanto à emergência e, ambos, tiveram maiores médias quanto ao comprimento de planta e raiz, não diferindo de Plantmax® para esta variável.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.