Ocorrência do Parasitóide Chelonus insularis no Sul de Minas Gerais Associado a Lagartas de Spodoptera frugiperda na Cultura de Milho
PDF

Palavras-chave

Flutuação
lagarta-do-cartucho
inimigos naturais
controle biológico

Como Citar

Figueiredo, M. D. L. C., Cruz, I. C., & Silva, R. B. (2009). Ocorrência do Parasitóide Chelonus insularis no Sul de Minas Gerais Associado a Lagartas de Spodoptera frugiperda na Cultura de Milho. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9539

Resumo

Foi monitorada a ocorrência de Chelonus insularis Cresson (Hymenoptera: Braconidae), um dos principais parasitóides de Spodoptera frugiperda (Smith) (Lepidoptera: Noctuidae), em regiões produtoras de milho do sul do estado de Minas Gerais, Brasil, durante três anos consecutivos. Apesar de ser um parasitóide que oviposita nos ovos do hospedeiro, ocorre a eclosão da lagarta de S. frugiperda. No entanto, a lagarta parasitada praticamente não causa danos significativos à planta hospedeira. O parasitóide ocorreu em praticamente todos os anos e municípios amostrados. Parasitismo natural acima de 50% foi observado em alguns dos municípios indicando a importância do agente de controle biológico da praga na cultura do milho.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.