Ocorrência de Doenças e do Ácaro-Rajado (Tetranychus Urticae Koch. 1836) no Morangueiro cultivado em Sistema Orgânico, Integrado e Convencional.
PDF

Palavras-chave

morango
integrado
orgânico
convencional
ácaro-rajado.

Como Citar

Simões, J. C., Dias, J. P. T., & Pádua, J. G. de. (2009). Ocorrência de Doenças e do Ácaro-Rajado (Tetranychus Urticae Koch. 1836) no Morangueiro cultivado em Sistema Orgânico, Integrado e Convencional. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9517

Resumo

O morangueiro cultivado em sistema convencional recebe pulverizações abusivas com agrotóxicos. Em 2004, 71% dos morangos analisados pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), estavam com resíduos em situação irregular. A sociedade tem respondido a esse abuso, diminuindo o consumo de morango convencional e aumentando a demanda do produto orgânico. A produção integrada utiliza recursos naturais, minimizando o uso de insumos e contaminantes, assegurando uma produção de alimentos de forma sustentável. Para determinar com maior precisão diferenças no controle e ocorrência de pragas e doenças do morangueiro cultivado em sistemas orgânico, integrado e convencional, foram instaladas unidades demonstrativas, em propriedades de produtores familiares no município de Pouso Alegre-MG com o apoio financeiro do CNPq. Observou-se que não houve diferença significativa na ocorrência de doenças, nos três sistemas de produção. Já a infestação de ácaros, no cultivo convencional, foi significativamente maior.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.