A Destinação das Sementes Tradicionais nas Unidades Familiares do Assentamento Antônio Conselheiro, Tangará da Serra - MT
PDF

Palavras-chave

Recurso Genético
Agroecologia
Agricultura Familiar

Como Citar

Duarte, W. M., Mattos, J. L. S. de, Winck, B. R., & Souza, A. L. S. de. (2009). A Destinação das Sementes Tradicionais nas Unidades Familiares do Assentamento Antônio Conselheiro, Tangará da Serra - MT. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9447

Resumo

Relatos demonstram que as primeiras civilizações viviam da coleta de sementes e raízes para alimentação, e armazenavam para cultivos posteriores, fato que é realizado até os dias atuais pelos agricultores. O objetivo da pesquisa foi verificar a destinação das sementes tradicionais cultivadas no assentamento Antônio Conselheiro – MT. Foi realizado um levantamento com 30 agricultores indicados pelo MST e sindicato dos trabalhadores rurais, para realizar as entrevistas foi utilizada uma ficha semi-aberta. A metodologia utilizada foi à qualitativa, pois essa fornece uma compreensão profunda de certos fenômenos sociais de aspecto subjetivo da ação. As sementes produzidas pelas unidades familiares do assentamento são basicamente para subsistência, cerca de 63%, corroborando com o papel da agricultura familiar na subsistência alimentar e manutenção das sementes tradicionais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.