Utilização dos Métodos da Bioconstrução para Implantação de Aviário Agroecológico
PDF

Palavras-chave

Galinha-caipira
construção alternativa
agroecologia

Como Citar

Quaresma de Sousa, J. A., da Silva Holanda, B., de Sousa Leão, K., Freires, A. P., & Dias Mendes, R. (2009). Utilização dos Métodos da Bioconstrução para Implantação de Aviário Agroecológico. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9428

Resumo

A criação regional de aves caipiras diferencia-se do restante do país no sentido climático e nutricional, destaca-se pelo seu crescente mercado consumidor. Diante da realidade regional, com a falta de apoio a uma produção mais tecnificada de galinhas caipiras, surge no Grupo Agroecológico IARA a proposta de desenvolvimento de instalações condizentes com a atual situação financeira das pequenas propriedades familiares de criação. A partir da inserção dos princípios da Bioconstrução, dentro da área demonstrativa do grupo, utilizou-se materiais disponíveis no Agroecossistema local como estipe de açaizeiro (Euterpe oleraceae), palhada de buçú (Manicaria saccifera) para cobertura. Como pasto fora usada a maria-mole (Senecia brasiliensis) e para a atracação dos estipes se empregou cipó-estrela (Memora schomburgkii). Notou-se a necessidade de um planejamento econômico para verificação real dos custos de implantação e manutenção do criatório, mas mostrou-se a viabilidade de tal atividade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.