Alternativa para Substrato na Produção de Mudas de Cebola
PDF

Palavras-chave

pó de basalto
composto
substrato comercial

Como Citar

Lorin, H. E. F., Pereira, D. C., Oliveira, A. C., Sousa, C. H., Ribeiro, M., Moreira, S., Bernardi, F. H., Costa, L. A. de M., & Costa, M. S. S. de M. (2009). Alternativa para Substrato na Produção de Mudas de Cebola. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9378

Resumo

A utilização de substratos elaborados a partir de compostos orgânicos, pós de rocha e outros, caracterizam-se pela baixa solubilidade e apresentam-se como alternativa promissora para produção de mudas com menor custo, integridade nutricional e menor impacto ambiental. Objetivou-se com o trabalho, avaliar o desenvolvimento das mudas de cebola em diferentes substratos orgânicos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os tratamentos foram: T0 (substrato comercial); T1 (composto orgânico); T2 (composto orgânico + 10% de pó de basalto); T3 (composto orgânico + 20% de pó de basalto); T4 (composto orgânico + 30% de pó de basalto). Avaliou-se o diâmetro do colo (DC) comprimento de raiz (CR), altura da parte aérea (APA), massa seca de raiz (MSR) e parte aérea (MSPA). Os tratamentos que obtiveram os melhores resultados, em relação à massa seca da parte aérea, massa seca de raiz e altura da parte aérea foram T2, T3 e T4. Para as características MSPA e MSR o T2 foi superior. A utilização de compostos orgânicos misturados ao pó de rocha, nas proporções estudadas, pode ser usada como substratos para a produção de mudas de cebola.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.