Comportamento Ingestivo Diurno de Bovinos e Ovinos em Pastagem Natural na Depressão Central – RS
PDF

Palavras-chave

consumo
frequência de bocado
tempo de pastejo

Como Citar

Cunhas dos Santos, B. R., Abreu da Silva, M., Borges de Medeiros, R., Saibro, J. C., Vinhas Voltolini, T., & Salla, L. (2009). Comportamento Ingestivo Diurno de Bovinos e Ovinos em Pastagem Natural na Depressão Central – RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9334

Resumo

O estudo foi realizado em uma área de 20 ha de pastagem natural na EEA-UFRGS com o objetivo descrever o ritmo de atividades de bovinos e ovinos sob pastejo misto. Foram utilizados 17 novilhos e 84 borregas em regime de pastoreio rotacionado, com uma oferta de fitomassa de 12%. Durante o período de 10 a 14/04/2001 foram medidas as variáveis tempos de pastejo (TP), ruminação (TR) e ócio (TO), a frequência e o peso de bocados e o consumo. Os resultados mostraram TP médio diário maiores (P=0,0173) para bovinos (564,88 min/dia) que para ovinos (478,11 min/dia). O TR para os bovinos variou de 72,4 a 133,8 min/dia e de 69,29 a 114,38 min/dia para ovinos. O TO foi maior nos ovinos, com amplitude de 119,01 a 150,65 min/dia contra um intervalo de 95,8 a 139,6 min/dia para os bovinos. Os maiores TP diário, TR e TO para bovinos que para ovinos, provavelmente relacionados ao efeito condicionante do manejo sobre a estrutura da vegetação e desta sobre o comportamento social e alimentar dos animais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.