A Construção de Saberes na Formação de Assentados Extensionistas – Elementos Iniciais ao Agroecólogo com Atuação Comunitária
PDF

Palavras-chave

pedagogia em agroecologia

Como Citar

Vaz Pupo, M. de A., Cardoso, M. M. R., & Fraile, O. O. (2009). A Construção de Saberes na Formação de Assentados Extensionistas – Elementos Iniciais ao Agroecólogo com Atuação Comunitária. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9299

Resumo

O Curso Médio Integrado ao Técnico em Agroecologia é realizado a partir de uma parceria entre a Unicamp, o MST e o Centro Paula Souza. A proposta é formar 150 assentados, promovendo a democratização do conhecimento no campo. O TCC é elemento chave e determina a relação de ensino e aprendizagem construída na disciplina de “Metodologia de Pesquisa e Elaboração de Projeto”, disciplina responsável por promover uma reflexão sobre nossos olhares acerca da realidade vivida nos assentamentos do estado. Incentivamos uma perspectiva crítica ao processo investigativo, necessária para se propor ações no meio rural. Atualmente existem três turmas, uma em Ribeirão Preto, outra em Itapeva e a terceira em Presidente Prudente. Os cursos foram iniciados em 2007 e 2008 e têm três anos de duração em pedagogia da alternância.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.