Desempenho Agronômico de Cultivares de Feijão em Sistema de Cultivo Orgânico no Município de Diamante D’Oeste na Safra de 2007/2008
PDF

Palavras-chave

Phaseolus vulgaris
agricultura familiar
qualidade de sementes
Oeste do Paraná.

Como Citar

Zachow, K., Valcarenghi, L. H. da S., Herrmann, D. da R., Scholz, F., Rabbers, D., Tsutsumi, C. Y., & Zonin, W. (2009). Desempenho Agronômico de Cultivares de Feijão em Sistema de Cultivo Orgânico no Município de Diamante D’Oeste na Safra de 2007/2008. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9252

Resumo

A cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) constitui uma das mais importantes do Brasil e de grande parte da América Latina, já que o feijão é considerado a principal fonte de proteína das camadas sociais de menor poder aquisitivo. Este trabalho tem como objetivo avaliar o desempenho agronômico de cultivares de feijão no sistema de cultivo orgânico no município de Diamante do Oeste - PR. Foram avaliadas seis cultivares de feijão, sendo cinco melhoradas pelo IAPAR e uma cultivar crioula obtida junto ao CAPA, sob delineamento experimental de blocos ao acaso com quatro repetições. A parcela experimental foi constituída por seis fileiras espaçadas em 0,50 m entre linhas com cinco metros de comprimento, onde foram avaliadas as quatro fileiras centrais menos 0,5 m iniciais e finais de cada fileira. Foram avaliadas as seguintes variáveis: altura de planta, número de vagens por planta, massa de mil grãos e produtividade. A cultivar IPR Graúna apresentou as maiores médias de número de vagens por planta, comprimento de vagem e números de grãos por vagem e menor altura em relação às demais cultivares. Não foram encontradas diferenças significativas para produtividade entre as cultivares avaliadas.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.