Uso De Leguminosas Como Fonte De Nitrogênio Para O Cultivo De Alface Em Solo De Várzea Da Amazônia Central
PDF

Palavras-chave

Adubo verde
Leguminosas

Como Citar

Moraes da Mota, A., da Costa Ayres, M. I., Sena Alfaia, S., da Rocha Rodrigues Filha, Z., Trindade Bezerra, R., Palheta Furtado, R. H., Uguen, K., & de Oliveira, L. A. (2009). Uso De Leguminosas Como Fonte De Nitrogênio Para O Cultivo De Alface Em Solo De Várzea Da Amazônia Central. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9213

Resumo

Apesar da alta fertilidade natural, os solos de várzea podem apresentar deficiência em nitrogênio. Este estudo avaliou o efeito da adubação verde com leguminosas nativas na produção de alface e a liberação de nitrogênio proveniente dessas leguminosas em solo de várzea de Manacapuru - AM. Em campo, foram avaliados cinco tratamentos, sendo além da testemunha, quatro espécies leguminosas (Erythrina fusca, Canavalia boliviana, Rhynchosia minima, Mimosa pigra). O delineamento experimental foi em blocos casualizados e quatro repetições. Em casa de vegetação, os vasos contendo solo com a adição das leguminosas foram incubados em temperatura ambiente e mantidos a 80 % da capacidade de campo, por 0, 15, 30, 45 e 60 dias, com quatro repetições. A produção de alface foi maior com a incorporação de E.fusca e M.pigra. A mineralização do N nos primeiros quinze dias foi principalmente na forma amoniacal e em seguida, na forma nítrica. E.fusca sobressaiu-se no aumento da produção de alface e com potencial para fornecimento de nitrogênio nos solos de várzea.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.