Tipificação de Um Grupo de Agricultores Familiares do Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta-Piranheira (PAE) Residentes Às Margens do Rio Tocantins, em Nova Ipixuna/PA
PDF

Palavras-chave

Agricultura familiar
extrativismo vegetal
rio Tocantins.

Como Citar

Cruz, W. P. da, Feitosa, L. L., & Pereira, C. N. (2009). Tipificação de Um Grupo de Agricultores Familiares do Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta-Piranheira (PAE) Residentes Às Margens do Rio Tocantins, em Nova Ipixuna/PA. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9198

Resumo

Os agricultores familiares do Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta-Piranheira (PAE), residentes às margens do rio Tocantins, em Nova Ipixuna/PA diferentemente dos outros agricultores que residem no interior do PAE, apresentam maior área de floresta preservada. As suas atividades produtivas são diversificadas e isso propicia que eles tenham maior potencialidade de se estabilizarem em seus lotes que os demais. Este trabalho fez uma simples tipificação de dez destes agricultores com a intenção de identificar os sistemas produtivos cuja produção volta-se ao extrativismo vegetal e cultivos de perenes arbóreos nativos ou a pecuária. Como resultado, os agricultores foram divididos em 04 grupos (Tipo I, Tipo II, Tipo III e Tipo IV), o Tipo III (extrativista) compreende a 10% dos agricultores enquanto que o Tipo II (pesqueiro) compreende a 40%.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.