Utilização de Resíduos de Batata-Doce na Alimentação de Aves Coloniais
PDF

Palavras-chave

Nutrição animal
fumo
agroecologia.

Como Citar

Llanos Zabaleta, J. P. L. Z. J. P., Anciuti, M., Thiesen, H., Schutz, N., Franco Silva, S., Castro, M., & Chielle, Z. (2009). Utilização de Resíduos de Batata-Doce na Alimentação de Aves Coloniais. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9163

Resumo

Na região produtora de batata-doce do RS, onde destaca-se o município de Mariana Pimentel, significativa parcela dos agricultores familiares são dependentes da renda gerada pela batata-doce e pelo fumo. A disponibilidade de resíduos de batata-doce estimulou a realização de uma experiência de seu processamento e secagem em estufa de fumo e posterior utilização na composição de ração para aves coloniais. A diversificação do sistema, com a autonomia na produção do componente energético da ração, poderia permitir maior autonomia aos avicultores coloniais. O trabalho foi conduzido utilizando metodologia participativa e em parceria entre o “Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça” - CAVG/UFPel, Secretaria de Agricultura de Mariana Pimentel-RS, Fepagro-RS (Taquari), Brastec Nutrição, Senar-RS e Embrapa Clima Temperado. Os resultados obtidos mostraram bom desempenho zootécnico quanto ao ganho de peso, que atingiu 2.650 gr./ave na 14ª semana, superiores ao peso padrão esperado.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.