Avaliação de Recursos para Formigas em Diferentes Sistemas de Produção de Café
PDF

Palavras-chave

bioindicadores
manejo
agroecológico
espécies praga

Como Citar

Lima, C. J., Trivellato, C., Severino, L. F., & Ribas, C. R. (2009). Avaliação de Recursos para Formigas em Diferentes Sistemas de Produção de Café. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9156

Resumo

O objetivo do trabalho foi testar hipóteses relacionadas à variação de recursos para formigas em diferentes sistemas de produção de café. Não houve diferença nas variáveis testadas entre os sistemas de produção, a não ser pelo tamanho da copa do café, que foi maior em sistemas agroflorestais e agroflorestais orgânicos. Quanto as outras variáveis, a densidade do solo, o peso da serapilheira e o teor de matéria orgânica foram semelhantes nos diferentes sistemas. A diversidade de espécies vegetais encontrada, a vegetação do entorno e o manejo das culturas podem ter homogeneizado os sistemas. Uma maior quantidade de recursos em sistemas agroecológicos pode levar a um maior número de espécies de formigas, o que por sua vez levaria a um controle mais eficiente de espécies praga, uma vez que várias espécies de formigas são predadoras destas. Baseado no presente estudo não é possível afirmar que sistemas agroecológicos são mais eficientes quanto ao potencial controle de pragas.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.