Cultura de Café (Coffea arábica L.) com Princípios Agroecológicos como Opção para a Agricultura Familiar na Região de Penápolis/SP.
PDF

Palavras-chave

cafeicultura
agroecologia
agricultura familiar
sustentabilidade.

Como Citar

Zago, S., & G. Ferraz, J. M. (2009). Cultura de Café (Coffea arábica L.) com Princípios Agroecológicos como Opção para a Agricultura Familiar na Região de Penápolis/SP. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9056

Resumo

No município de Penápolis e região, os fatores econômicos, climáticos e políticos, influenciaram na substituição da cultura do café por outras atividades agropecuárias, como a cana-de-açúcar e a pastagem, oprimindo assim, a agricultura familiar tornando-a inviável, provocando o êxodo para a cidade em busca de outras fontes de renda. O objetivo desse trabalho é o de verificar a viabilidade de manter o agricultor familiar na região através do resgate da cafeicultura com manejo agroecológico superando as adversidades ambientais e socioeconômicas, através da implementação de uma lavoura experimental com vertente agroecológica e do levantamento de dados dos produtores e de suas propriedades, visando o fortalecimento da cultura na região, em novos modelos de produção. Conclui-se que a possibilidade de implantação da cultura do café com vertente agroecológica na região de estudo como uma opção de resistência ao avanço da cana se mostram promissoras, dependendo apenas de uma decisão política.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.