O Diálogo de Saberes, na Promoção da Agroecologia na Base dos Movimentos Sociais Populares
PDF

Palavras-chave

Produção de conhecimento
Conhecimento científico e saber popular
MST
Relação técnico-camponês.

Como Citar

Toná, N., & Guhur, D. M. P. (2009). O Diálogo de Saberes, na Promoção da Agroecologia na Base dos Movimentos Sociais Populares. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9029

Resumo

Busca-se analisar a contribuição do “Diálogo de Saberes” à promoção da Agroecologia, na base dos movimentos sociais, em especial o MST. Destaca-se sua importância para a construção de uma nova postura de ação técnico-política nos assentamentos e comunidades de base camponesa. Aponta para uma particular validade no diálogo dos diferentes saberes (científico e popular/tradicional). Pode ser considerado uma forma de produção de conhecimento sobre as particularidades dos agroecossistemas, através da síntese entre saber popular e conhecimento científico. Na forma que se propõe, pode ser considerado como pesquisa militante.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.