Diferentes olhares sobre a chama dos canaviais
PDF

Palavras-chave

impactos ambientais
cana-de-açúcar
percepção social.

Como Citar

Fonseca de Sousa, I. (2009). Diferentes olhares sobre a chama dos canaviais. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8999

Resumo

O rápido crescimento do setor sucroalcooleiro nos últimos anos, devido ao incentivo á produção de etanol, é responsável pelo aumento das queimadas de cana-de-açúcar e suas conseqüências sobre o meio ambiente e a saúde. Recentemente, o cultivo convencional da cana-de-açúcar começou a ser praticado no assentamento Monte Alegre, localizado nos municípios de Araraquara, Motuca e Matão, através de uma parceria entre as usinas e os assentados. O objetivo deste trabalho foi conhecer a visão dos produtores de cana deste assentamento, acerca dos impactos ambientais causados pela queimada de cana, visto que a compreensão de uma determinada realidade é de extrema importância para o início de um processo dialógico entre os diferentes saberes, a fim de se traçar novos caminhos rumo ao desenvolvimento rural sustentável. Foram adotadas abordagens quantitativas e qualitativas através de questionários fechados e observação direta. Pode-se concluir que os produtores reconhecem os impactos da queimada sobre o ambiente e a saúde, no entanto a condição econômica é fator influente na opção e até mesmo na aceitação destes impactos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.