Pesca Artesanal em Santa Catarina (BR): Experiências Passadas e Presentes da comunidade da Praia da Pinheira.
PDF

Palavras-chave

abordagem sistêmica
sistemas pesqueiros
pescadores artesanais
caracterização socioeconômica

Como Citar

Severo, C. M., & Miguel, L. A. (2009). Pesca Artesanal em Santa Catarina (BR): Experiências Passadas e Presentes da comunidade da Praia da Pinheira. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8984

Resumo

A pesca artesanal tem significativa importância para o Estado de Santa Catarina, onde existem cerca de 25 mil pescadores artesanais em atividade. Para estudo, a área delimitada foi a Praia da Pinheira, região de colonização açoriana, caracterizada como uma comunidade pesqueira e marcada pela presença do turismo. Como resultado de pesquisa de mestrado, este trabalho aborda a complexidade da atividade, através de um enfoque sistêmico que permite conhecer a evolução e diferenciação dos sistemas pesqueiros da localidade. A pesquisa revelou quatro fases distintas: o sistema pesqueiro indígena; o sistema pesqueiro de subsistência dos açorianos; o sistema pesqueiro de salga; e o sistema pesqueiro comercial e de prestação de serviços. Igualmente, foram caracterizados os atuais sistemas de captura utilizados, bem como os atuais tipos de pescadores do local, seu modo de vida e relações socioeconômicas.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.