Agroindústria Familiar – Um Potencial de Desenvolvimento Econômico na Serra da Baixa Verde-PE
PDF

Palavras-chave

Sustentabilidade
Pluriatividade
Rendimento Agricola Familiar

Como Citar

PIres de Andrade, L., Santos da Silva, A., Gonçalves Granja, V. H., & Lima da Silva Andrade, H. M. (2009). Agroindústria Familiar – Um Potencial de Desenvolvimento Econômico na Serra da Baixa Verde-PE. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8976

Resumo

Este artigo tem como objetivo comprovar a existência do potencial econômico da agroindústria familiar na Serra da Baixa Verde -PE, que vem sendo desenvolvida pela Associação de Desenvolvimento Sustentável da Serra da Baixa Verde (ADESSU Baixa Verde), e não apenas desenvolvimento econômico, mas também a fixação dos agricultores nas atividades agrícolas reduzindo a pluriatividade e dando melhor qualidade de vida para seus familiares. Isso por meio de levantamento dados que demonstrem a intensidade do desenvolvimento da agroindústria familiar, ressaltando a importância de organizações de apoio a essas atividades. Deve-se levar em consideração que a agricultura realizada nesta região é de subsistência, o que de certa forma a torna desvalorizada. Porém é válido observar também, que organizações como a ADESSU tem sido de fundamental importância no que se refere à implantação de uma agricultura saudável e principalmente no incentivo à adoção de práticas e técnicas que gerem maior valor agregado para os produtos agrícolas, mas isto não quer dizer que a atividade agrícola familiar não precise de mais investimentos do governo, pelo contrário é facilmente perceptível que o agricultor familiar precisa muito de políticas que o estimulem a permanecer praticando a agricultura em pequena escala.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.