Adaptação à Variabilidade Climática dos Agroecossistemas Tradicionais em Oaxaca, México
PDF

Palavras-chave

mudanças climáticas
precipitação
resiliência
milho

Como Citar

Rogé, P., Friedman, A., Altieri, M., Astier, M., Sánchez-Escudero, J., León Santos, J., & Cordova Gamez, G. (2009). Adaptação à Variabilidade Climática dos Agroecossistemas Tradicionais em Oaxaca, México. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8952

Resumo

Mudanças climáticas antropogênicas são projetadas de ter um grande impacto em Oaxaca, México. A mudança da quantidade e da temporada de chuva vai impactar agroecossistemas que dependem de precipitação, especialmente em regiões marginais. Entrevistemos vinte famílias agrícolas das comunidades de Zaragoza, Huautla, e Coxcaltepec na Mixteca Alta de Oaxaca, México sobre a percepção delas da variabilidade climática histórica e atual. Agricultores tradicionais selecionam práticas agrícolas baseado em predição do clima e conhecimento profundo dos agroecossistemas. A compreensão de como agricultores de regiões marginais percebem e se adaptam através do tempo à variabilidade climática ofereça uma visão da capacidade das agroecossistemas tradicionais de se adaptar às mudanças climáticas no futuro.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.