PRODUTIVIDADE DE PASTAGENS DE CAPIM-ELEFANTE SUBMETIDAS AO MANEJO AGROECOLÓGICO E CONVENCIONAL
PDF

Palavras-chave

Agroecologia
Pennisetum purpureum
sistemas de produção

Como Citar

Hohenreuther, F., Aguirre, P., Araújo, T., Costa dos Santos, J., Machado, P. R., Marques de Bem, C., Host, T., Moro, G., Machado dos Santos, M., Olivo, C. J., Meinerz, G., Meinerz, G., & Meinerz, G. (2009). PRODUTIVIDADE DE PASTAGENS DE CAPIM-ELEFANTE SUBMETIDAS AO MANEJO AGROECOLÓGICO E CONVENCIONAL. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8926

Resumo

A utilização do capim-elefante sob pastejo, basicamente é feita sob a estratégia convencional, sendo estabelecido de forma singular. Informações e pesquisas sobre o seu cultivo em pastagens de sistema agroecológico são escassas. Assim,. o objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade do capim-elefante em dois sistemas de cultivo, o agroecológico (SA) e o convencional (SC). No SA, o capim-elefante (CE) foi estabelecido em linhas com 3m de espaçamento entre elas; no período hibernal, nas entrelinhas, fez-se o estabelecimento do azevém e, durante o período estival, permitiu-se o desenvolvimento de espécies de crescimento espontâneo. No SC o CE foi estabelecido em linhas espaçadas a 1,4m Para avaliação, foram usadas vacas da raça Holandesa, que receberam baixa complementação alimentar. Avaliaram-se a produção de forragem e a composição estrutural do capim-elefante. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com dois tratamentos (sistemas) e dois repetições (piquetes). Não foram observadas diferenças significativas(P<0,05) entre os tratamentos estudados. Observou-se que os sistemas de produção (convencional ou agroecológico) não afetaram a composição estrutural do CE.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.