Banco de Sementes Comunitário Chico Mendes – o Resgate da Biodiversidade em Propriedades Familiares Vinculadas ao Projeto Esperança/Cooesperança
PDF

Palavras-chave

banco de sementes
sementes crioulas
agrobiodiversidade
agroecologia
sustentabilidade

Como Citar

Lourenço da Silva, I. C., Kaufmann, M. P., Dullius, P. R., Bertoldo, C. A., Somavilla, I., Fleig, V., Dalla Chieza, E., Siegloch, A. M., Beck Franken, D., Tonin, J. M. A., da Silva Prunzel, T., de Trindade Viegas, M., Panerai Lopes, A., Querubini Gonçalves, A. H., dos Santos Júnior, L. A., & de Baco Hartmann, R. (2009). Banco de Sementes Comunitário Chico Mendes – o Resgate da Biodiversidade em Propriedades Familiares Vinculadas ao Projeto Esperança/Cooesperança. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8908

Resumo

Este projeto tem por objetivo o resgate e manutenção de sementes de espécies agrícolas crioulas e florestais nativas junto aos grupos de agricultores e agricultoras familiares do Projeto Esperança/Cooesperança, além da implementação da gestão social do banco de sementes comunitário. As atividades são executadas pelo Grupo de Agroecologia Terra Sul (GATS), que é vinculado ao Departamento de Educação Agrícola e Extensão Rural (DEAER) da Universidade Federal de Santa Maria(UFSM) em conjunto com os(as) agricultores(as) familiares envolvidos no Projeto Esperança/Cooesperança. As atividades do projeto constituiram-se de sensibilização, levantamento das cultivares, visitas a outros bancos de sementes comunitários para conhecer a realidade de outras experiências e suas formas de gestão, reuniões para discussão e sensibilização sobre a importância do resgate e manutenção das sementes de espécies agrícolas crioulas e florestais nativas, espaços de formação em agroecologia e manejo da agrobiodiversidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.