Elaboração do “Projeto Piloto para o Manejo Sustentável dos Frutos da Palmeira Juçara (Euterpe edulis Martius)” no Rio Grande do Sul
PDF

Palavras-chave

Mata Atlântica
políticas públicas
manejo de recursos naturais
produtos florestais não-madeiráveis

Como Citar

Cossio, R. R., Medaglia, V. R., Milanesi, L., Poester, G., Martins, G., Lütkemeier, K., Favreto, R., Kubo, R., Coelho de Souza, G., Mello, R. S. P., & Baptista, L. R. de M. (2009). Elaboração do “Projeto Piloto para o Manejo Sustentável dos Frutos da Palmeira Juçara (Euterpe edulis Martius)” no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8862

Resumo

Euterpe edulis é uma palmeira com alta relevância ecológica e econômica no bioma Mata Atlântica. No Rio Grande do Sul, a extração descontrolada do meristema apical, no entanto, a coloca em condição de ameaça de extinção. As áreas onde a espécie ocorre no Estado encontram-se, ainda, rigidamente tuteladas por legislação ambiental restritiva, o que dificulta a reprodução social de seus habitantes. A recente exploração dos frutos da palmeira-juçara para extração de polpa, similar ao açaí da Amazônia, tem sido considerada capaz de aliar conservação à geração de renda. Em função deste forte apelo da atividade, o DESMA/UFRGS, junto às ONGs ANAMA e Centro Ecológico propuseram e construíram, no âmbito e com apoio do Comitê Estadual da Reserva das Biosfera da Mata Atlântica do RS, um Projeto Piloto que visa gerar subsídios para a regulamentação da atividade no Estado através da avaliação da prática atual de agricultores coletores de frutos de juçara no Litoral Norte do RS.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.