Avaliação de Impactos socioambientais na região da microbacia do Ribeirão do Machado em Cruz das Almas – BA
PDF

Palavras-chave

degradação ambiental
população ribeirinha
atividade agrícola

Como Citar

Dourado, C. da S., Moreira, G. C. M., Jesus, J. A. de, Pinto, F. da C., Cerqueira, B. dos S., Caldas, T. E., & Sampaio, C. B. V. (2009). Avaliação de Impactos socioambientais na região da microbacia do Ribeirão do Machado em Cruz das Almas – BA. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8854

Resumo

A interação entre o ser humano e o meio ambiente tem sido um importante objeto de estudo no meio científico. O presente trabalho buscou avaliar possíveis impactos socioambientais resultantes da gestão dos recursos naturais, exercida pelos habitantes ribeirinhos, na região da microbacia hidrográfica do Ribeirão do Machado na cidade de Cruz das Almas – BA. Para isso, foram levantadas informações, através da aplicação de questionários, de cunho sócio-ambiental e econômico de uma amostra da população ribeirinha. A análise dos dados obtidos, permitiu relacionar as atuais condições de degradação na região da microbacia com as atividades exercidas pela comunidade no local. Além da má utilização dos recursos naturais e do manejo inadequado do solo, o despejo de dejetos diretamente no riacho, são constituídos agentes de degradação ambiental dessa microbacia.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.