Efeito in vitro de Extratos e Tinturas de Uva e Banana Sobre o Crescimento Micelial e Esporulação de Elsinöe ampelina, Agente Causal da Antracnose da Videira
PDF

Palavras-chave

Vitis spp
produtos natuais
extratos vegetais
antifúngico

Como Citar

Araújo, E. R., Araújo, E. R., do Rêgo, E. R., & do Nascimento, L. C. (2009). Efeito in vitro de Extratos e Tinturas de Uva e Banana Sobre o Crescimento Micelial e Esporulação de Elsinöe ampelina, Agente Causal da Antracnose da Videira. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8802

Resumo

A videira (Vitis spp.) é uma planta frutífera muito cultivada em todo mundo. As regiões em que se cultiva a videira enfrentam dificuldades quanto a doenças. Algumas destas podem ser originadas por fatores ambientais favoráveis ao desenvolvimento de fitopatógenos. O presente trabalho teve por objetivo a avaliação do potencial antifúngico dos extratos e tinturas produzidos a partir do bagaço da uva e da casca da banana. Foram testados, além dos tratamentos testemunha e controle químico, os extratos e tinturas de uva e banana, nas concentrações de 2,5, 5, 10, 15 e 20% sobre o crescimento micelial de Elsinoe ampelina. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado e feita análise de regressão linear simples. Os extratos e tinturas de uva e banana reduziram o crescimento micelial do fungo nas concentrações de 10, 15 e 20%.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.