Estudo sobre Variedades Crioulas Sob a Perspectiva dos Geraizeiros de Cana Brava, Guaraciama-MG
PDF

Palavras-chave

Sementes crioulas. População tradicional. Cerrado biome. Norte de Minas Gerais.

Como Citar

Araujo, A. V. de, Ferreira, I. C. P. V., Rocha, J. M. J., Brandão Júnior, D. da S., Rocha, G. P., & Cavalcanti, T. F. M. (2009). Estudo sobre Variedades Crioulas Sob a Perspectiva dos Geraizeiros de Cana Brava, Guaraciama-MG. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8794

Resumo

Na bacia do rio Cana Brava, localizada no município de Guaraciama, Norte de Minas Gerais, encontrava-se uma população geraizeira, que retirava seu sustento do extrativismo de frutos, do cultivo de variedades crioulas de algumas culturas, e da pecuária extensiva, cujos animais eram criados nos gerais (chapadas do Cerrado). Contudo, com a ocupação dos gerais por eucalipto, passaram a ser constantes os conflitos pelo uso e pela ocupação de terra, principalmente pela perda da base do sustento familiar e pelo secamento de nascentes e de rios. Nesse cenário, o objetivo desta pesquisa foi levantar informações acerca das variedades crioulas utilizadas por esses geraizeiros. Por meio da aplicação de uma Entrevista Semi-estruturada, constatou-se que o conhecimento acerca das variedades crioulas não está sendo passado entre as gerações e que o tradicionalismo está se perdendo na população geraizeira de Cana Brava.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.