Avanço no Uso de Agrotóxicos e das Intoxicações Humanas em Santa Catarina
PDF

Palavras-chave

agrotóxicos
história ambiental
intoxicação

Como Citar

de Carvalho, M. M. X., Nodari, E. S., & Nodari, R. O. (2009). Avanço no Uso de Agrotóxicos e das Intoxicações Humanas em Santa Catarina. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8781

Resumo

O trabalho tem como objetivo analisar o processo histórico do uso de agrotóxicos no Estado de Santa Catarina a partir da década de 1950, quando eram praticamente desconhecidos, até o inicio do século XXI, passando pelo crescimento acelerado no período de 1970 a 1990. A abordagem e a metodologia utilizadas são as da História Ambiental, com a interpretação de documentos oficiais: Censos Agropecuários do IBGE, Sínteses Anuais da Agricultura do ICEPA, Relatórios de Atividades da ACARESC e Estatísticas do CIT/SC referentes ao número de intoxicados (geral e por gênero) e de óbitos no período 1986 a 2008. A importância do estudo se justifica, porque propicia maior entendimento das conseqüências das intoxicações para os humanos e o meio ambiente. Os resultados indicaram que o uso de agrotóxicos no Estado se intensificou a partir de 1970 e que, paralelamente, houve um incremento no número de intoxicações (133 em 1986; 1101 em 2008) e de óbitos (7 em 1986; 19 em 2008) causados por agrotóxicos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.