Tatu-Bolinha (Artrópodo, Gênero Armadillium,) Como Ferramenta De Ecoalfabetização
PDF

Palavras-chave

cultura
biodiversidade
educação ambiental.

Como Citar

Matrangolo, W. J. R., Cruz, I., Miranda, G. A., Nascimento, R. A. do, Inácio, V. de M., & Abreu, V. M. (2009). Tatu-Bolinha (Artrópodo, Gênero Armadillium,) Como Ferramenta De Ecoalfabetização. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8766

Resumo

A cultura ocidental promove o distanciamento dos fundamentos ecológicos, o que gera desequilíbrios como os decorrentes da substituição das funções ecológicas da biodiversidade pelos agrotóxicos. Os relatos apresentados proveem de atividades de Educação Ambiental com ênfase na ecoalfabetização, desenvolvidas á partir de 2005, em Sete Lagoas, MG, gerados a partir do Projeto de Ecoalfabetização Tatu Bolinha, criado para inserir o tema biodiversidade em curso de formação de professores de Geografia nas Faculdades UNIFEMM. Experiências e relatos: absorção de água pelas fezes do tatu-bolinha, resgate de convivência com a biodiversidade, contação de história, história em quadrinho, matéria ilustrada no “Jornal do Manuelzão”, projeto pedagógico com terráreo, ferramenta no Programa Embrapa & Escola e teatro de bonecos. A fundamentação ecológica é necessária para a transição da cultura antropocêntrica por uma cultura ecológica que valorize a biodiversidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.