Programa UEM (Universidade Estadual de Maringá) nos bairros: A agroecologia como ferramenta de conscientização alimentar
PDF

Palavras-chave

Comunidade
interdisciplinaridade
agroecologia e saúde.

Como Citar

Francisco de Lima, F. (2009). Programa UEM (Universidade Estadual de Maringá) nos bairros: A agroecologia como ferramenta de conscientização alimentar. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8747

Resumo

O programa tem como objetivo, promover a interdisciplinaridade acadêmica, a troca de saberes e o compartilhamento de ações com a comunidade, através da interação: pesquisa, ensino e extensão. Como metodologia utilizou-se discussões entre as equipes temáticas (direito, odontologia, medicina, enfermagem, biologia, educação física, ciências sociais e agronomia) e ações participativas das comunidades através das suas associações de bairros e de seus lideres comunitários. O trabalho vem sendo desenvolvido com atividades diversas nas áreas temáticas e com apresentações artístico-culturais. Apresenta como eixo central, levar o conhecimento gerado na universidade pública para a comunidade e fazer com que a comunidade passe a se interessar e procurar a universidade e seus serviços, para desencadear um processo inclusivo que ainda escapa do ensino público e gratuito. Dentro do contexto deste programa o GAAMA (Grupo de Agroecologia de Maringá), representando o curso de agronomia, é responsável por trabalhar a conscientização alimentar junto à comunidade, utilizando como ferramenta principal a agroecologia. Não somente incentivando uma alimentação mais saudável, mas também incentivando a valorização de aspectos sociais e ambientais, que na maioria das vezes são deixados de lado no modelo convencional de produção de alimentos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.