Crescimento e Produtividade de Alface e Rabanete em Função da Época de Estabelecimento do Consórcio
PDF

Palavras-chave

Lactuca sativa L.
Raphanus sativus L.
índice de equivalência da terra.

Como Citar

Coelho, S. P., Barrella, T. P., Lopes, V. S., Silva Santos, R. H., & Rebouças Bastiani, M. L. (2009). Crescimento e Produtividade de Alface e Rabanete em Função da Época de Estabelecimento do Consórcio. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8742

Resumo

O experimento foi realizado no IFET Sudeste MG, Campus Rio Pomba com o objetivo de avaliar o crescimento, produtividade da alface e do rabanete em consorciação, e o índice de equivalência da terra (IET) quanto ao período de convivência das espécies. Os tratamentos foram os consórcios estabelecidos aos 0; 7 e 14 dias após o transplantio da alface com rabanete e monocultivos implantados nestas mesmas épocas. A produtividade da alface quando consorciado no dia 0 diferiu da testemunha tendo uma produção menor, já o diâmetro de cabeça não sofreu influencia dos tratamentos. No rabanete a altura, o peso de folhas e a produção foram influenciadas pela interação tipo de cultivo (solteiro e consorciado) e época de semeio do rabanete. O IET foi influenciado pelos consórcios estabelecidos nos dias 0 e 7, já o dia 14 não variou da testemunha. No entanto, o consórcio de alface e rabanete no dia 7 não interferiu na produção, podendo ser estabelecido com boa produção de ambos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.