Efeito do crescimento de plântulas de melão tratadas com bactérias promotoras de crescimento de plantas (BPCPs).
PDF

Palavras-chave

Cucumis melo L.
desenvolvimento apical
microbiolização de sementes.

Como Citar

Carvalho, F. C. Q., da Silva, J. R., Carvalho, L. N. de J., Carvalho, R. S., & da Paz, C. D. (2009). Efeito do crescimento de plântulas de melão tratadas com bactérias promotoras de crescimento de plantas (BPCPs). Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8738

Resumo

Estudos demonstram que microrganismos epifíticos benéficos são capazes de promover o desenvolvimento de plantas e atuar no controle biológico de fitopatógenos. O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito de bactérias promotoras de crescimento no desenvolvimento do melão (Cucumis melo L.) da cv Melão Amarelo. Foram utilizados nove isolados bacterianos no processo de microbiolização das sementes durante 60 minutos. Após um período de 12 horas as sementes foram semeadas em bandejas de isopor. O crescimento da parte aérea foi avaliado aos 20 dias após a semeadura. O delineamento foi inteiramente casualizado com dez tratamentos e cinco repetições. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Os resultados demonstraram não haver diferença significativa entre os tratamentos.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.