Implementação da Cafeicultura Orgânica e Agroecológica para a Agricultura Familiar da Região de Alto Paraíso de Goiás
PDF

Palavras-chave

conhecimento
pesquisa-ação
desenvolvimento rural.

Como Citar

Lima, P. C. de, Moura, W. de M., Oliveira, J. F. de, & Correa, E. J. A. (2009). Implementação da Cafeicultura Orgânica e Agroecológica para a Agricultura Familiar da Região de Alto Paraíso de Goiás. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8722

Resumo

Essa experiência iniciada em 2006 teve como objetivo formar parcerias com os produtores, por meio de associações comunitárias, escolas e outras instituições, para estabelecer unidades experimentais nas quais fossem desenvolvidos sistemas integrados de produção orgânica de café em modelos passíveis de capacitação da tecnologia gerada para a região. O trabalho é realizado em uma região considerada, em passado próximo, como “corredor da miséria”. A região de Alto Paraíso de Goiás faz parte do Território da Cidadania Chapada dos Veadeiros – GO, criado no final de 2008. Nela existem várias propriedades de agricultores familiares onde são encontrados cafeeiros muito antigos que produzem bebida de excelente qualidade. Os sistemas de cultivos são parecidos com os orgânicos, porém, muito rudimentares. Essa experiência passa por três fases que poderiam ser denominadas “antes”: A primeira é empolgante, a segunda dispersante e a terceira é a agregante. Essa última foi recentemente iniciada.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.