Ensaio de Sistema Agroflorestal com Espécies Nativas para a Restauração de Áreas de Reserva Legal
PDF

Palavras-chave

plantas de cobertura
SAF
áreas degradadas
serviços ambientai
biodiversidade.

Como Citar

Cardoso, J. H., Hellwig, T., Schwonke, A. B., & Silveira, J. V. da L. (2009). Ensaio de Sistema Agroflorestal com Espécies Nativas para a Restauração de Áreas de Reserva Legal. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8715

Resumo

O estudo está sendo desenvolvido na Estação Experimental Cascata (31°37’ S, 52°31’ W, 160 m.n.m.), da Embrapa Clima Temperado e consiste da implantação de uma unidade de observação, que tem como objetivo estabelecer parâmetros de manejo de sistemas agroflorestais (SAF) adequados à restauração ambiental de áreas de reserva legal (RL) existentes em estabelecimentos rurais familiares. Esta unidade de observação complementa outras ações de pesquisa que foram desenvolvidas em propriedades de agricultores familiares que integram a “Rede de pesquisa participativa para a transição agroecológica da agricultura familiar do território Sul do Rio Grande do Sul”, que é coordenado pela Embrapa Clima Temperado em parceria com um conjunto de instituições que atuam no território Sul do Rio Grande do Sul. Nesta experiência de 2 anos, destaca-se a importância das plantas de cobertura no processo de restauração de áreas degradadas de RL, ao mesmo tempo que valoriza a biodiversidade nativa, apontando para a valorização dos produtos não madeireiros e para a remuneração de créditos de carbono, como dois importantes estímulos que viabilizariam economicamente programas de restauração ambiental.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.