Estrutura da vegetação arbórea em um Sistema Agroflorestal no município de Dourados, MS
PDF

Palavras-chave

SAFs
composição florística
diversidade
conservação dos recursos naturais.

Como Citar

Pereira, Z. V., Padovam, M. P., Lobtchenko, G., Motta, I. de S., & Lopes Fernandes, S. S. (2009). Estrutura da vegetação arbórea em um Sistema Agroflorestal no município de Dourados, MS. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8711

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar a estrutura e o desenvolvimento da vegetação arbórea de um Sistema Agroflorestal implantado na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados, MS. O SAF analisado foi implantado em 14 linhas em nível, numa área de 0,7 ha, no mês de fevereiro de 2007. Foram avaliados os parâmetros usuais da fitossociologia. Foram amostrados 47 espécies distribuídas em 22 famílias, refletindo valores adequados de espécies, estando inclusive acima do recomendado. As espécies com maior valor de importância foram, respectivamente, Casearia decandra (Cambroé), Dipteryx alata (Baru) e Croton floribundus (Capixingui). As que apresentaram as maiores altura foram Holocalyx balansae (Alecrim), Gliricidia sepium (Moirão vivo), Croton floribundus, Leucaena leucocephala (Leucena), Citharexylum myrianthum (Tucaneiro), Pterogyne nitens (Amendoim). Essas espécies são consideradas promissoras e não devem faltar na implantação de SAFs na região da grande Dourados.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.