Avaliação in vitro do extrato do pinheiro brasileiro para controle do carrapato dos bovinos
PDF

Palavras-chave

Rhipicephalus microplus
Araucaria angustifolia e planta medicinal

Como Citar

Neoob de Carvalho Castro, K., Mayumi Ishikawa, M., Batista Catto, J., Motta de Castro, M., & de Sá Motta, I. (2009). Avaliação in vitro do extrato do pinheiro brasileiro para controle do carrapato dos bovinos. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8690

Resumo

A resistência dos carrapatos à maioria dos produtos químicos comercializados no Brasil fomenta a busca por acarididas fitoterápicos. Esta pesquisa teve por objetivo avaliar a eficácia in vitro do extrato do pinheiro brasileiro (Araucaria angustifolia) no controle do carrapato dos bovinos. Extratos etanólicos foram produzidos a partir das grimpas do pinheiro brasileiro. Grupos com 10 fêmeas ingurgitadas foram distribuídos de forma homogênea por peso e submersos nos seguintes tratamentos: extrato etanólico a 15%, 30% e controle. A seguir os grupos foram incubados em estufa, sendo avaliada a eficácia de cada concentração de acordo com o peso da postura e a eclodibilidade. Os resultados obtidos neste trabalho indicam eficácia parcial do extrato etanólico do pinheiro brasileiro na concentração de 30% sobre fêmeas ingurgitadas.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.