Avaliação da Eficiência de Extratos de Plantas Medicinais no Controle de Myzus persicae (Sulz.)
PDF

Palavras-chave

Ocimum gratissimum
Nicotiana tabacum
pulgões
couve

Como Citar

Rando, J. S., & de Lima, C. B. (2009). Avaliação da Eficiência de Extratos de Plantas Medicinais no Controle de Myzus persicae (Sulz.). Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8639

Resumo

O emprego de inseticidas para o controle de pulgões em hortaliças tem preocupado em relação aos riscos a saúde dos consumidores, pois essas plantas têm ciclo curto e são consumidas in natura. Na busca por alternativas, consideradas saudáveis destaca-se a utilização de aleloquímicos extraídos de plantas. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência dos extratos de cavalinha, fumo e alfavaca-cravo no controle de Myzus persicae (Sulz.). Empregou-se extratos frescos e secos preparados com folhas nas concentrações de 2,5; 5,0 e 10%, pulverizados sobre pulgões adultos em placas de Petri mantidas em laboratório sob temperatura ambiente. A utilização de extratos de fumo com concentrações de 10%, independente do tipo de extrato foram eficientes no controle de M. persicae, seis horas após a aplicação podendo ser empregados como alternativa para o controle de pulgões no cultivo agroecológico da couve-manteiga.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.