INTERCÂMBIO E SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS DE MULHERES
PDF

Palavras-chave

metodologia participativa
mulheres e agroecologia
sistematização

Como Citar

Schottz, V., & Cardoso, E. (2009). INTERCÂMBIO E SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS DE MULHERES. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8614

Resumo

Em 2008, o Grupo de Trabalho Mulheres da Articulação de Agroecologia iniciou na Região Nordeste o Projeto de Intercâmbio e Sistematização de Experiências. Foi desenvolvida uma metodologia participativa que teve como propósito estimular que o processo de sistematização de experiências fosse realizado pelas próprias agricultoras e técnicas das organizações. Com base nos relatos dos trabalhos desenvolvidos pelas organizações com mulheres e agroecologia e visitas de intercâmbio foi construído coletivamente um roteiro com questões importantes sobre a vida das mulheres na agroecologia e cada organização definiu os formatos e instrumentos de sistematização. O Projeto teve como objetivos: dar visibilidade às experiências das mulheres na agroecologia; fortalecer a capacidade das mulheres de refletir sobre suas próprias experiências e; criar referências, a partir da sistematização do trabalho das mulheres na agroecologia, para a formulação de políticas públicas. Foram sistematizadas 23 experiências protagonizadas por mulheres na agroecologia.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.