Espécies Herbáceo-Arbustivas do Chaco Brasileiro e Uso Potencial
PDF

Palavras-chave

Flora
Plantas Úteis e Savana

Como Citar

Dutra Salomão, A. K., Pott, A., Bagnatori Sartori, Ângela L., & Almeida Assunção, V. (2009). Espécies Herbáceo-Arbustivas do Chaco Brasileiro e Uso Potencial. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8543

Resumo

A vegetação de Porto Murtinho, única de Chaco verdadeiro no Brasil, é de elevada importância biológica, apesar de receber intensa antropização, é pouca valorizada e há pouco uso da flora local. No Mato Grosso do Sul ainda são raros os estudos da flora de espécies herbáceo-subarbustivas. Mensalmente são realizadas coletas por um ano, em dois remanescentes de Chaco, com o objetivo de fornecer informações sobre a composição florística e o uso potencial do estrato herbáceo-subarbustivo. Praticamente terminada a listagem, foram registradas 28 famílias, 79 gêneros e 96 espécies. Este levantamento dá subsídios para recuperação de áreas degradadas e à conservação e contribui com informações para utilização agroecológica de espécies, como apícolas (Hyptis lappacea), alimentícias (Oryza latifolia), medicinais (Cienfuegosia drummondii), inseticida (Tephrosia adunca), fixadoras de nitrogênio (Discolobium pulchellum), forrageiras (Arachis), artesanais (Bromelia balansae).
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.