Cultivo orgânico de amora-preta cv. Xavante em Guarapuava - PR
PDF

Palavras-chave

Rubus spp.
frutas de clima temperado
agroecologia.

Como Citar

Broetto, D., Botelho, R. V., Pavanello, A. P., & Santos, R. de P. (2009). Cultivo orgânico de amora-preta cv. Xavante em Guarapuava - PR. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8527

Resumo

A amoreira-preta (Rubus spp.), fruteira de clima temperado, se sobressai pelas suas características de rusticidade, baixo custo de implantação e rápido retorno financeiro, sendo adequada para produção em sistema orgânico. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o desenvolvimento e produção da amoreira-preta cv. Xavante nas condições edafoclimáticas do Terceiro Planalto Paranaense, em sistema orgânico, sob influência de diferentes épocas e intensidades de poda. O delineamento foi em blocos casualizados em esquema fatorial 2x2 (épocas x intensidades de poda). Observou-se que a intensidade da poda teve efeitos nas variáveis avaliadas, sendo que a poda curta atrasou a floração e reduziu significativamente a produtividade por área. A massa média de frutos e o teor de sólidos solúveis não sofreram influência da intensidade de poda e nem da época.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.