Trilhas Agroecológicas da Fazenda Escola São Luís, UEMA: Instrumento Pedagógico para Prática de Educação Ambiental
PDF

Palavras-chave

metodologia educacional
extensão universitária
interdisciplinaridade

Como Citar

Ribeiro, Érika F., & Rocha, A. E. (2009). Trilhas Agroecológicas da Fazenda Escola São Luís, UEMA: Instrumento Pedagógico para Prática de Educação Ambiental. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8483

Resumo

A Fazenda Escola São Luís (FESL) localiza-se na UEMA, com área total de 42ha. O objetivo deste estudo foi utilizar as trilhas agroecológicas dentro da FESL como recurso didático para prática da educação ambiental. Como procedimento metodológico aplicou-se questionário semi-estruturado a cada grupo, sendo que dos 20 grupos atendidos, apenas 12 responderam ao questionário, totalizando 399 pessoas. A faixa etária dos visitantes variou de 5 a 30 anos de idade e 70% dos visitantes são alunos do ensino fundamental, fato que se deu devido aos educadores responsáveis pelas instituições visitantes serem ou já terem sido alunos da UEMA. O principal motivo pela procura das trilhas foi a busca de conhecimentos ecológicos e ambientais. As trilhas, podem ser uma alternativa para a prática pedagógica da educação ambiental, sendo que promovem um trabalho em conjunto com professores e alunos e uma aproximação entre a Universidade e a comunidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.