Horto Medicinal Comunitário como Instrumento de Promoção da Saúde, Trabalho Coletivo e Práticas Agroecológicas na Comunidade Julião, RDS Tupé
PDF

Palavras-chave

Plantas medicinais
etnobotânica
desenvolvimento sustentável

Como Citar

Scudeller, V. V., Santos-Silva, E. N., Ballesteros, K. R., & Donatti, R. N. (2009). Horto Medicinal Comunitário como Instrumento de Promoção da Saúde, Trabalho Coletivo e Práticas Agroecológicas na Comunidade Julião, RDS Tupé. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8379

Resumo

Através de um Diagnóstico Rural Participativo em 2006, os temas educação e saúde foram levantados e priorizados na comunidade Julião na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, Manaus-AM. Com o intuito de promover ações na área saúde, foi implantado um horto medicinal comunitário a fim de resgatar, valorizar, irradiar e estimular o uso dos conhecimentos locais sobre plantas medicinais, sempre com o envolvimento e participação dos comunitários e da escola municipal existente na comunidade. Para a construção do horto medicinal utilizou-se materiais e técnicas locais, sistema de captação da água da chuva, sanitário compostável e viveiro de mudas. No início da implantação do horto, foi construído um canteiro de forma a facilitar o manejo e cuidados com o solo e as plantas. O manejo do solo está sendo feito com técnicas agroecológicas e as mudas das plantas foram doadas pelos próprios comunitários. Dessa forma, envolvendo toda a comunidade, foi e está sendo possível, mesmo lentamente, incorporar na vida dessas pessoas práticas de promoção da saúde, de trabalhos coletivos e de agroecologia.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.