Cultivo do Morango Orgânico em Unidade Demonstrativa com agricultores familiares do Município de Sete Lagoas - MG
PDF

Palavras-chave

Arranjos produtivos locais – ALP
agricultura familiar
alternativa de renda

Como Citar

Carvalho, Érika, & Simões, J. C. (2009). Cultivo do Morango Orgânico em Unidade Demonstrativa com agricultores familiares do Município de Sete Lagoas - MG. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8358

Resumo

Projeto da EPAMIG, financiado pelo CNPq, propôs a implantação de unidades demonstrativas – UDs de morangueiros em sistema orgânico, no Norte, Centro Oeste e Sul de Minas, em propriedades de agricultores familiares. Os extensionistas da EMATER-MG e pesquisadores da EPAMIG, acompanharam as práticas culturais, o preparo do solo, adubação, plantio, controle fitossanitário, e colheita, de acordo com a legislação de orgânicos. A integração dos técnicos com produtores teve a finalidade de articular resoluções viáveis aos problemas dos agricultores, de forma a minimizar problemas no processo de produção e condução do morangueiro orgânico e estimular arranjos produtivos locais - APL. Nas UDs cada produtor utilizou seu instrumental metodológico, de acordo com cada realidade. Em Sete Lagoas o casal de agricultores familiares da Comunidade Rural de Venceslau Brás: Orlando e Zulma Lopes, com o agricultor urbano Benedito Rafael da Costa, obtiveram expressivos resultados, que foram além do aumento da renda. Relatam que adotaram e adaptaram as tecnologias e por isso dobraram a área de produção em 2009.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.