Comunidade de inimigos naturais e controle biológico conservativo em produção de hortaliças em diferentes fases da transição agroecológica.
PDF

Palavras-chave

entomologia
predadores
diversidade
pragas
controle biológico natural

Como Citar

Harterreiten-Souza, E. S., Carneiro, R. G., Milane, P. V. N., Pires, C. S. S., Laumann, R. A., Guimarães, L. M., & Sujii, E. R. (2009). Comunidade de inimigos naturais e controle biológico conservativo em produção de hortaliças em diferentes fases da transição agroecológica. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8321

Resumo

O controle biológico natural é de grande importância para a regulação das populações em ecossistemas naturais e cultivados. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do aumento da diversidade de plantas e reestruturação da paisagem no controle biológico conservativo de pragas de hortaliças em sistemas de transição agroecológica e em sistema orgânico. A comunidade de inimigos naturais responsável pelo controle biológico conservativo em sistemas de produção de hortaliças aparentemente sofre o efeito da intensidade de exploração e grau de perturbação do sistema de plantio, além da resposta a abundância de presas. A abundância e a diversidade de inimigos naturais comparada pela riqueza, índice de Shannon-Wienner e Simpson apresentaram variações temporais e entre propriedades devido aos diferentes sistemas de manejo. Alguns grupos como moscas predadoras, joaninhas, tesourinhas e vespas se destacaram como potenciais agentes de controle biológico natural em hortaliças.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.