Avaliação da Qualidade do Composto Orgânico Produzido no Municipio de Quilombo – SC
PDF

Palavras-chave

resíduos orgânicos
compostagem
eficiência
composição química
produção de mudas

Como Citar

Gubert, C., Mattias, J. L., Belotti, A., & Nesi, C. N. (2009). Avaliação da Qualidade do Composto Orgânico Produzido no Municipio de Quilombo – SC. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8317

Resumo

Resíduos orgânicos compostados corretamente podem reduzir a poluição e gerar substratos que podem ser utilizados na produção vegetal. O trabalho objetivou avaliar a qualidade de um composto produzido a partir de resíduos orgânicos. Foi realizado em Quilombo/SC, utilizando 4 tratamentos e 4 repetições testando diferentes misturas de 5 resíduos: resíduos fibrosos (RF), resíduos agroindustriais (RA), resíduos orgânicos (RO), cama de aves (CA) e cinzas(CI); arranjados em forma de pilhas. O tratamento I formado por RF + RA + RO; TII (RF + RA + CA); TIII (RF + RA + RO + CA); TIV (RF + RA + RO + CA + CI). O Tratamento I apresentou menor granulometria devido possivelmente a maior ação da temperatura durante o processo, promovida pela mistura dos resíduos. O rendimento maior do composto foi observado no tratamento II (28,5%). Os Tratamentos II e III apresentaram maiores teores de macronutrientes (N, P e K) no composto maturado, que são essenciais para o desenvolvimento das plantas. O uso do resíduo cama de aves na compostagem garante maior quantidade de nutrientes e rendimento do composto maturado.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.