A transição agroecológica da cajucultura familiar no Município de Barreira, Ceará, Brasil
PDF

Palavras-chave

Arranjo produtivo local
certificação orgânica
comércio justo.

Como Citar

Girão, E. G. (2009). A transição agroecológica da cajucultura familiar no Município de Barreira, Ceará, Brasil. Revista Brasileira De Agroecologia, 4(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/8305

Resumo

A cajucultura tem no Nordeste relevante importância sócio-econômica, envolvendo cerca de 280 mil pessoas, sobretudo na agricultura familiar. A Associação Comunitária de Barreira – ACB, conhecida como PA-Rural trabalha desde 1989 a organização dos cajucultores familiares no município Barreira, Ceará. A transição agroecológica dos cajucultores surgiu como necessidade pela demanda crescente do mercado nacional e internacional da certificação orgânica. Neste trabalho, são apresentadas os primeiros resultados do projeto qualificação da agricultura familiar para mercados diferenciados (orgânico e comércio justo), no Município de Barreira.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.